Evolução do Uniforme da França

Primeiro Uniforme       

A primeira partida oficial da Seleção Francesa de futebol ocorreu
em 1 de maio de 1904, mas 4 anos antes durante a 2ª Olimpíada da era moderna em Paris um selecionado francês defendeu o país em um torneio de demonstração. Nessa ocasião foi usada a primeira camisa francesa de futebol, toda branca e com o emblema da União das Empresas Francesas de Esportes Atléticos (USFSA) no centro da camisa, o uniforme ainda era composto por calção azul e meias vermelhas. A USFSA era a organizadora de vários esportes francês no início do século XIX, incluindo o futebol. Seu emblema eram dois elos um azul e outro vermelho sobre um fundo branco (cores da bandeira francesa). Este também serviria de inspiração para o emblema dos jogos olímpicos.

Em 1904 um uniforme basicamente igual foi usado na primeira partida oficial, um empate em 3 a 3 contra a Bélgica, a única alteração se deu no emblema que ficou menor e na altura do peito.

O uniforme principal permaneceu inalterado até 1909 quando o futebol francês passou a ser organizado pelo Comité Interfederal Francês. A nova camisa era listrada em azul e branco, tinha o colarinho vermelho e trazia no peito o galo gaulês, símbolo da CFI, o calção era branco e as meias permaneciam vermelhas.

Em 1919, a Seleção Francesa disputou apenas uma partida usando uma estranha camisa listrada em azul vermelho e branco. Neste mesmo ano é fundada a Federação Francesa de Futebol (FFF) e a camisa azul com calção branco e meias vermelhas finalmente se torna o uniforme principal padrão.

Quase 100 se passaram antes que essa combinação sofresse alguma alteração significativa. Até hoje a camisa principal dos “blues” nunca deixou de ser azul, mas a combinação com o calção e as meias tiveram outras duas versões. Na Euro 2012 os franceses usaram um uniforme inteiramente azul e na Euro 2016 o calção foi azul, mas as meias continuaram vermelhas.

 

Segundo Uniforme

A primeira vez que a Franca usou um uniforme reserva foi em 1 de novembro de 1906, contra a Inglaterra que também jogava de branco. A camisa era vermelha, mas o restou era igual ao principal da época: calção azul e meias vermelhas.

Dois anos mais tarde, novamente contra a Inglaterra, os franceses usam um novo uniforme reserva e está foi 1ª vez na história o uniforme pelo qual seriam eternamente reconhecidos: camisa azul, calção branco e meias vermelhas.

Com a fundação da FFF em 2019 o uniforme reserva também ganha cores padrão: camisa vermelha, calção branco e meias azuis. Ele permanece assim até a década de 60 com uma única exceção, no jogo de 23 de maio de 1948 contra a Escócia. Nesse dia os franceses entraram em campo com camisas brancas.

Contudo com o surgimento das transmissões televisivas na década de 60 foi necessário criar um novo uniforme reserva que tivesse mais contraste nas TVs em preto e branco. Dessa forma a camisa branca retorna agora como uniforme reserva. Os calções variaram entre azul e branco e as meias entre azul, vermelho e branco, mas no final desta década ele se estabelece como camisa branca, calção branco e meias vermelhas. Em 1984 as meias passaram a ser brancas e de 94 a 97 o calção também foi branco.

A próxima grande mudança só aconteceu na euro 2008, quando os franceses resgataram a camisa vermelha no uniforme reserva, com calção e meias azuis. Em 2010 o segundo uniforme volta a ser o tradicional e em 2011 uma nova ousadia da Nike; uma camisa listrada em azul e branco, assim como a de 1909, mas agora com as listras na horizontal. Esse uniforme não foi muito bem aceito pelos torcedores e no ano seguinte e ele voltou a ser todo branco. Em 2013 a Nike inovou outra vez e produziu um belo uniforme reserva em azul celestes para Les Blues, depois disso o uniforme tradicional voltou a ser o padrão.

                                        

Terceiro Uniforme e Uniformes especiais

Na década de 70 a Franca usou em algumas oportunidades um terceiro uniforme com a camisa vermelha o calção branco e as meias também vermelhas. Já em 2017 a Nike lançou um polemico terceiro uniforme para a Seleção Francesa. Todo preto e com os detalhes em azul turquesa o resultado ficou muito bonito, mas esse kit nunca foi usado em uma partida oficial.

Um dos casos mais curiosos envolvendo uniformes de futebol ocorreu na Copa de 1978, na partida entre França e Hungria. As duas equipes usavam camisas de cores diferentes, azul e vermelho respectivamente, mas como não haveria muito contraste em uma transmissão televisiva em preto e branco seria melhor que uma das equipes jogasse de branco. O que ocorreu, no entanto, é que ambas as equipes optaram pela camisa branca, e na ausência de outros uniformes na hora da partida a equipe francesa teve de pegar emprestado um jogo de camisas de uma equipe local. A camisa do Club Atlético Kimberley ela listrada em verde e branco com os números em preto. A combinação desta camisa com o calção azul e as meias vermelhas da Seleção Francesa resultou em uns dos kit mais bizarros das Copas.

Para ver a evolução do uniforme da Seleção dos Estados Unidos usado em Copa click na imagem abaixo.

França 1954

Os Frances estiveram presentes nas 3 primeiras Copas do mundo, obtendo sempre colocações intermediarias (9ª em 30, 10ª em 34 e 8ª em 38). Depois de uma ausência por desistência na Copa de 50 os franceses chegaram ao seu quarto Mundial em 1954 só que desta vez as expectativas eram bem maiores.

 Depois de uma grande campanha nas eliminatórias os azuis chagaram ao Mundial como um dos cabeças de chave junto com o Brasil, o grupo ainda continha a Iugoslávia e México.

A estreia contra a Iugoslávia abriu a Copa de 54, e trouce algumas novidades. Esta foi primeira Copa transmitida ao vivo pela televisão (somente para alguns países da Europa é claro) e também foi a primeira vez que os jogadores tinham numeração fixa, do início ao final do Mundial.

Uma vitória praticamente classificaria a França para a próxima fase, já que o próximo adversário seria a fraca Seleção Mexicana, mas logo no início do primeiro tempo os iugoslavos abriram o placar e seguraram o resultado até o fim.

No jogo contra o México não havia escolha, a única chance era vencer e torcer para que houvesse um vencedor na partida entre Brasil e Iugoslávia, dessa forma teimamos um jogo desempate entre o perdedor e a Franca. Os franceses conseguiram aos trancos e barrancos fizeram a sua parte, abriram 2 a 0, tomaram o empate, mas aos 43 minutos do segundo tempo asseguraram a vitória com o terceiro gol. Contudo, a outra partida terminou em 1 a 1 e dessa forma os franceses foram novamente eliminados nas fazes iniciais do Mundial, ficando na 9ª colocação.

O tradicional uniforme francês foi o mesmo das Copas anteriores, camisa azul, calção branco e meias vermelhas.

PRIMEIRO UNIFORME

Ele foi usado nas duas paridas

O uniforme usado pelo goleiro François Remetter em 1954 foi um dos primeiros a ter algum tipo de detalhe até então, exceção feita aos goleiros que usavam o uniforme reserva dos jogadores de linha. O detalhe em questão era bem simples, uma listra vermelha na altura do peito em um uniforme todo preto.

UNIFORME DE GOLEIRO

França 1938

A França chegou ao seu terceiro mundial consecutivo e dessa vez a Copa seria disputada em seus domínios.

O primeiro adversário foi a Bélgica, que também estava em seu terceiro mundial. Jogando em casa os franceses não enfrentaram muitas dificuldades, venceram a partida por 3 a 1 e avançaram para a etapa seguinte.

Nas quartas, a história foi diferente, o adversário era a Itália (Campeã em 34) e na partida entre os “Les Bleus” e a “Azzurra” (que jogou de preto) os italianos levaram a melhor, eliminando a Seleção Francesa. Pela primeira vez em uma Copa do mundo o país sede não seria o campeão.

O uniforme usado pelos franceses era basicamente igual ao usado nos mundiais anteriores, camisa azul, calção branco e meias vermelhas.

PRIMEIRO UNIFORME

França-1 38

O goleiro Laurent da Seleção Francesa usou um uniforme bem escuro nessa Copa e depois de algumas hipóteses essa foi a minha interpretação.

PRIMEIRO UNIFORME DE GOLEIRO

França-G 38

França 1934

A França de 1934 foi mais uma equipe a disputar apenas uma partida nesse mundial. O jogo foi contra o lendário Wunderteam (apelido dado à Seleção Austríaca da década de 30), considerado por muitos como o grande favorito ao titulo. Mesmo endurecendo o jogo o franceses saíram derrotados por 3 a 2 e foi eliminado da Copa.

O uniforme usado pela Seleção Francesa foi igual ao usado na Copa anterior, com uma pequena alteração no distintivo.

PRIMEIRO UNIFORME

França-1 34

O goleiro Thépot, eleito o melhor goleiro da Copa de 1930, dessa vez não teve muitas oportunidades de mostrar seu trabalho e não pode evitar a derrota de sua equipa para os austríacos.

UNIFORME DE GOLEIRO

França-G 34

França 1930

A Seleção da França contava com a torcida de Jules Rimet, então presidente da FIFA, mesmo assim seu desempenho não foi dos melhores. Com apenas uma vitória e duas derrotas os franceses foram eliminados na primeira fase e terminaram o mundial na 8ª colocação. Contudo, essa Seleção entrou para historia, quando o atacante frances Lucien Laurent  marcou o primeiro gol em uma Copa do Mundo, ao abrir o placar na vitória sobre o México (6 a 3). Os franceses também protagonizaram a maior zebra desta Copa ao perder para o desconhecido Chile na segunda partida.

Fontes oficial da confederação francesa de futebol, confirmam que os Blues (como ficaram conhecidos), sempre usaram o mesmo uniforme titular, camisa azul, calção branco e meias vermelhas. E assim foi, no primeiro mundial.

PRIMEIRO UNIFORME

França-1 30

Esse uniforme foi usado pela Seleção Francesa nas três partidas, contra os mexicanos, argentinos e chilenos.

O goleiro Alex Thépot foi considerado o melhor goleiro do mundial, mesmo com o fraco desempenho de sua equipe. Ele também ficou famoso por ser o primeiro goleiro a defender um pênalti em uma Copa do Mundo.

Acredito que Thépot tenha usado esse uniforme em todas as partidas dessa Copa.

UNIFORME DE GOLEIRO

França-G 30